terça-feira, setembro 06, 2005

Classificação atribui a Harvard o estatuto de melhor universidade do mundo

por Isabel Leiria, Público, 5 de Setembro de 2005

Foram avaliadas duas mil instituições com base em cinco critérios. Universidade de Lisboa é a única representante portuguesa entre as 500 melhores


Oito instituições de ensino superior norte-americanas e duas britânicas foram classificadas como as dez melhores universidades do mundo, na lista elaborada pelo terceiro ano consecutivo por investigadores da Universidade Jiao Tong de Xangai, na China.
Publicada na revista Higher Education in Europe, do Centro Europeu para o Ensino Superior da UNESCO, e disponível na Internet, a lista resulta da avaliação de duas mil universidades de todo o mundo, ordenadas com base nas pontuações atribuídas em cinco indicadores. A universidade norte-americana de Harvard conquistou o 1.º lugar. Portugal faz-se representar entre as 500 mais bem classificadas apenas pela Universidade de Lisboa.
A selecção das universidades a ter em conta foi feita entre as instituições cujos ex-alunos ou professores tivessem sido distinguidos com um prémio Nobel ou a medalha Fields (na área da Matemática), cujos investigadores fossem amplamente citados em 21 grandes áreas de investigação ou que tivessem publicado artigos nas revistas Nature e Science nos últimos cinco anos. Os investigadores da Universidade Jiao Tong de Xangai escolheram ainda instituições que tivessem um número significativo de artigos citados no Science Citation Index-Expanded e no Social Science Citation Index. Depois, para cada um destes cinco critérios e ainda para o que se chamou "dimensão da instituição" (divisão da pontuação total atribuída pelo número de professores), foi calculada uma classificação final.
Contas feitas, e por região, a América do Norte e América do Sul colocaram 17 universidades entre as 20 mais bem posicionadas (todas elas norte-americanas) e mais de metade entre as 50 com melhores resultados. A Europa tem duas instituições nas 20 melhores (ambas do Reino Unido) e 37 nas 50 melhores. Ásia/Pacífico têm um e oito representantes, respectivamente, enquanto para o continente africano é preciso alargar a lista até às 300 mais bem classificadas para se encontrar um representante.
A distribuição por países mostra ainda que apenas 35 Estados têm universidades entre as melhores 500. O domínio vai para os Estados Unidos - 170 -, seguido da Alemanha (43), Reino Unido (42), Japão (36), Itália, Canadá e França (estes últimos com mais de 20).
Os investigadores salvaguardam todos os problemas metodológicos inerentes à realização de uma classificação das universidades e lembram que as pessoas devem usá-la "apenas como uma referência" e "fazer os seus próprios juízos olhando sempre para as metodologias seguidas". Qualquer classificação é "controversa e nenhuma é absolutamente objectiva". "A questão é saber o que fazer para melhorar o sistema", dizem os autores.


As dez melhores

1.ª Univ. de Harvard (EUA)
2.ª Univ. de Cambridge
(Reino Unido)
3.ª Univ. de Stanford (EUA)
4.ª Univ. da Califórnia, em Berkeley (EUA)
5.ª Massachussetts Inst. Technology (EUA)
6.ª California Inst. Technology (EUA)
7.ª Univ. de Columbia (EUA)
8.ª Univ. de Princeton (EUA)
9.ª Univ. Chicago (EUA)
10.ª Univ. Oxford (Reino Unido)
...
472.ª Univ. de Lisboa (Portugal)

Fonte: Institute of Higher Education, Universidade Jiao Tong de Xangai